…::GODS POWER PT::…

BEM VINDO AO GODS POWER PT

DIVERTE-TE E CONTRIBUI COM ALGO
E NÃO TE ESQUEÇAS DE VOTAR ENQUANTO
OUVES A RÁDIO NEXT
Se esqueceu a sua senha clique em Recuperar senha

ABRAÇO

susyferry
…::GODS POWER PT::…

GODS POWER PT onde encontras de tudo um pouco, até amigos visita confere ajuda para seres ajudado obrigado











 width=





    Bombos e gaitas-de-foles fazem abanar o Panças

    Compartilhe
    avatar
    henrike
    Sub Administrador
    Sub Administrador

    Troféus, Medalhas. Troféus, Medalhas. : :1
    *****
    :2
    *****
    :3
    Diz de tua justiça..... :

    Masculino
    Número de Mensagens : 2422
    Idade : 65
    País de Origem :
    Alertas :
    0 / 1000 / 100

    Data de inscrição : 17/01/2010

    RPG
    Warm:
    0/0  (0/0)
    Fotos:
    0/0  (0/0)

    Bombos e gaitas-de-foles fazem abanar o Panças

    Mensagem por henrike em Sex Abr 16 2010, 09:56

    Arrancou ontem o Panças, festival de percussão, gaitas-de-foles e
    danças tradicionais, organizado pela Associação de Percussão
    Universitária do Minho que pretende recolher donativos para financiar um
    projecto de investigação na área das Ciências da Saúde.A
    comemorar o segundo ano de existência e ainda com os ecos da escolha de
    Braga para Capital Europeia da Juventude em 2012, o iPUM decidiu levar
    para a rua o rufar dos tambores e os acordes das gaitas-de-foles. Ao
    programa juntam-se as escolas da cidade, onde existem ateliês de
    percussão e ainda grupos consagrados, como Sons da Suévia, a Velha
    Gaiteira, Galandum Galundaina e o grupo de cantares Mulheres do Minho.Durante
    o Panças será exibido o documentário "Povo que canta revisitado", de
    Manuel Rocha, realizar-se-ão workshops de danças tradicionais,
    espectáculos de gaitas-de-foles e uma arruada pelo centro histórico de
    Braga, em que se espera a participação de 250 percussionistas.Ontem,
    no arranque das actividades realizou-se um workshop de danças
    tradicionais portuguesas e europeias, no bar Insólito, antecedendo a
    actuação dos BVRIOS, grupo que alia gaitas-de-foles, percussão e artes
    circenses.Para a realização desta primeira edição do festival, o
    iPUM contou com o apoio da Universidade do Minho, da Câmara de Braga, do
    Governo Civil, AAUM, IPJ e Escola da Ciências da Saúde da UMinho. "Tentamos
    reavivar a tradição do bombo em Braga, juntando os alunos das escolas
    que têm percussão e, todos a um toque, pelas ruas da cidade, faremos um
    pequeno desfile. Esta iniciativa insere-se na campanha de Prevenção
    Rodoviária, do programa Estrada com Vida, do Governo Civil do distrito",
    justificou Ana Loureiro, presidente do iPUM.O festival tem
    entradas gratuitas em todas as iniciativas e pretende "reavivar
    tradições que se foram perdendo", nomeadamente das danças tradicionais,
    os cantares, tocar bombos e gaitas de foles e as artes circenses.
    "Pretendemos dar a conhecer o trabalho realizado em dois anos e, para os
    outros grupos, é uma manifestação de toda a tradição que era
    reconhecida em Braga", disse Ana Loureiro.

      Data/hora atual: Sab Set 23 2017, 16:24