…::GODS POWER PT::…

BEM VINDO AO GODS POWER PT

DIVERTE-TE E CONTRIBUI COM ALGO
E NÃO TE ESQUEÇAS DE VOTAR ENQUANTO
OUVES A RÁDIO NEXT
Se esqueceu a sua senha clique em Recuperar senha

ABRAÇO

susyferry
…::GODS POWER PT::…

GODS POWER PT onde encontras de tudo um pouco, até amigos visita confere ajuda para seres ajudado obrigado











 width=





    Arquitecto tentou matar vizinho com tiros e pedra de 30 quilos

    Compartilhe
    avatar
    henrike
    Sub Administrador
    Sub Administrador

    Troféus, Medalhas. Troféus, Medalhas. : :1
    *****
    :2
    *****
    :3
    Diz de tua justiça..... :

    Masculino
    Número de Mensagens : 2422
    Idade : 65
    País de Origem :
    Alertas :
    0 / 1000 / 100

    Data de inscrição : 17/01/2010

    RPG
    Warm:
    0/0  (0/0)
    Fotos:
    0/0  (0/0)

    Arquitecto tentou matar vizinho com tiros e pedra de 30 quilos

    Mensagem por henrike em Seg Abr 19 2010, 08:49

    Acusado de homicídio tentado em Vila do
    Conde por querer vingar-se de suposto assaltante


    Um arquitecto de
    Vila da Conde vai sentar-se no banco dos réus por tentar matar um
    alegado assaltante, seu vizinho. Está acusado de tentativa de homicídio
    qualificado, com uma pistola de pressão de ar e uma pedra de 30 quilos,
    com a qual esmagou o crânio da vítima.O agressor, de 45
    anos, está em prisão domiciliária desde 25 de Setembro do ano passado,
    dia em que a Polícia Judiciária do Porto o deteve, após ter descoberto
    quem pôs Manuel Eusébio às portas da morte. O agredido, desempregado, de
    50 anos, sobreviveu mas ficou em coma durante vários dias, cego de um
    olho e desfigurado para o resto da vida.De acordo com a acusação
    do Ministério Público (MP), tudo começou a 12 de Setembro quando o
    arquitecto Carlos Moreira da Costa, dono de uma moradia na zona do
    Mindelo, Vila do Conde, foi vítima de assalto. Numa altura em que
    ninguém estava em casa, levaram-lhe jóias, relógios, canetas e armas de
    pressão de ar, com valor estimado em 13 500 euros. Carlos Costa
    apresentou queixa às autoridades mas depressa convenceu-se de que os
    autores do assalto seriam frequentadores do "Café Ramos", situado na
    mesma localidade. E quis fazer justiça pelas próprias mãos.
    Especificamente, veio a desconfiar de Manuel Eusébio, também residente
    no Mindelo, de quem se dizia ter estado ligado, no passado, a furtos.
    Além disso, era conhecido por caçar e guardar alguns pássaros em gaiolas
    colocadas num terreno baldio muito próximo à moradia do arquitecto.Tiro
    no olhoFoi precisamente neste terreno que, nove dias após o
    furto, Carlos Costa encontrou o suposto assaltante. Exaltado, começou a
    falar alto e, munido de uma arma de pressão de ar, desferiu vários tiros
    em direcção a Manuel Eusébio, atingindo-o no olho direito.De
    seguida, desatou aos murros e pontapés, em especial na cabeça e no
    tronco. Por último, já com o agredido caído no chão e sem reacção,
    resolveu agarrar num pedregulho de granito, de 30 quilos, e deixá-lo
    cair em cima da cabeça da vítima. Fugiu.O ofendido não morreu, só
    que ficou com graves fracturas nos ossos do crânio, nariz, maxilares e
    na face, tendo ficado hospitalizado durante vários dias em estado de
    coma. Perdeu também o olho direito, consequência dos disparos com a arma
    de pressão de ar. Sem indícios de assaltoQuatro dias
    depois, o arquitecto foi detido por inspectores da Polícia Judiciária do
    Porto e alvo de uma busca. Ouvido por um juiz, foi posto em prisão
    domiciliária, sob vigilância de pulseira electrónica.Agora, com a
    dedução da acusação do MP, a procuradora responsável pelo inquérito
    pede ao juiz de instrução criminal que o arguido seja também proibido de
    contactar com testemunhas, que residem e trabalham perto da residência
    onde está obrigado a permanecer.Quanto ao furto na moradia do
    arquitecto, as autoridades nunca reuniram indícios de ter sido Manuel
    Eusébio o autor do crime.

      Data/hora atual: Qui Nov 23 2017, 20:27