…::GODS POWER PT::…

BEM VINDO AO GODS POWER PT

DIVERTE-TE E CONTRIBUI COM ALGO
E NÃO TE ESQUEÇAS DE VOTAR ENQUANTO
OUVES A RÁDIO NEXT
Se esqueceu a sua senha clique em Recuperar senha

ABRAÇO

susyferry
…::GODS POWER PT::…

GODS POWER PT onde encontras de tudo um pouco, até amigos visita confere ajuda para seres ajudado obrigado











 width=





    Deputado do PS ficou com gravadores de jornalistas depois de entrevista

    Compartilhe
    avatar
    henrike
    Sub Administrador
    Sub Administrador

    Troféus, Medalhas. Troféus, Medalhas. : :1
    *****
    :2
    *****
    :3
    Diz de tua justiça..... :

    Masculino
    Número de Mensagens : 2422
    Idade : 65
    País de Origem :
    Alertas :
    0 / 1000 / 100

    Data de inscrição : 17/01/2010

    RPG
    Warm:
    0/0  (0/0)
    Fotos:
    0/0  (0/0)

    Deputado do PS ficou com gravadores de jornalistas depois de entrevista

    Mensagem por henrike em Qui Maio 06 2010, 09:58

    O
    vice-presidente da bancada socialista Ricardo Rodrigues justificou
    hoje, quarta-feira, ter "irreflectidamente" tomado posse de dois
    gravadores de jornalistas da revista "Sábado" por ter sido sujeito por
    estes "a violência psicológica" durante uma entrevista.A
    "Sábado" publicou hoje imagens no site da sua revista em que o dirigente
    da bancada socialista começa por manifestar repúdio face às perguntas
    dos jornalistas e depois levanta-se da cadeira a meio da entrevista,
    levando consigo dois gravadores."Porque a pressão exercida sobre
    mim constituiu uma violência psicológica insuportável, porque não
    vislumbrei outra alternativa para preservar o meu nome, exerci ação
    direta e, irrefletidamente, tomei posse de dois equipamentos de gravação
    digital, os quais hoje são documentos apensos à providência cautelar
    que corre termos no Tribunal Cível de Lisboa", afirmou Ricardo
    Rodrigues.Ricardo Rodrigues fez esta declaração na Assembleia da
    República, sem direito a perguntas por parte dos jornalistas e à qual
    assistiu o líder parlamentar do PS, Francisco Assis.Na declaração
    que fez aos jornalistas, o "vice" da bancada do PS referiu que segunda
    feira passada "deu entrada no Tribunal Cível de Lisboa uma providência
    cautelar" de que é requerente e a revista "Sábado" e dois dos seus
    jornalistas são requeridos."Tal aconteceu porque aceitei de boa
    fé conceder uma entrevista à citada revista na passada sexta feira, dia
    30 de abril, cujas perguntas, inquisitórias e construídas sobre
    premissas falsas, tiveram manifestamente por objetivo atingir a minha
    honra e consideração", alegou o dirigente da bancada do PS.Segundo
    a versão de Ricardo Rodrigues, durante a entrevista à revista Sábado,
    alertou os entrevistadores "para o seu tom inaceitavelmente
    persecutório, bem como para os temas e factos suscitados, falsos e mesmo
    injuriosos"."Foi o caso da alegada cumplicidade minha com
    clientes que patrocinei no exercício da minha actividade profissional
    como advogado, e que foram condenados relativamente a factos de 1997;
    ou, ainda, sobre injúrias e difamações que estão a ser julgadas no
    Tribunal de Oeiras, em que são réus a SIC, a SIC Notícias e um
    jornalista", acrescentou.Ricardo Rodrigues adianta depois que, ao
    interpor a providência cautelar em relação à revista Sábado, procurou
    fazer valer os seus direitos."Procurei assim afirmar e fazer
    valer os meus direitos, uma vez que nunca tendo sido acusado nem julgado
    por nenhum tribunal, não aceitarei ser agora julgado por jornalistas
    deste tipo, que felizmente, são exceção na sua classe profissional",
    aponta.


    _______________________________________________




    http://i62.servimg.com/u/f62/13/42/24/53/henriq13.gif


      Data/hora atual: Sab Set 23 2017, 16:22