…::GODS POWER PT::…

BEM VINDO AO GODS POWER PT

DIVERTE-TE E CONTRIBUI COM ALGO
E NÃO TE ESQUEÇAS DE VOTAR ENQUANTO
OUVES A RÁDIO NEXT
Se esqueceu a sua senha clique em Recuperar senha

ABRAÇO

susyferry
…::GODS POWER PT::…

GODS POWER PT onde encontras de tudo um pouco, até amigos visita confere ajuda para seres ajudado obrigado











 width=





    Fogaças à Vila da Feira. O novo menu na 1.ª divisão

    Compartilhe
    avatar
    henrike
    Sub Administrador
    Sub Administrador

    Troféus, Medalhas. Troféus, Medalhas. : :1
    *****
    :2
    *****
    :3
    Diz de tua justiça..... :

    Masculino
    Número de Mensagens : 2422
    Idade : 65
    País de Origem :
    Alertas :
    0 / 1000 / 100

    Data de inscrição : 17/01/2010

    RPG
    Warm:
    0/0  (0/0)
    Fotos:
    0/0  (0/0)

    Fogaças à Vila da Feira. O novo menu na 1.ª divisão

    Mensagem por henrike em Ter Maio 24 2011, 08:08

    O Feirense está de regresso ao convívio dos grandes, após a última
    experiência em 1989-90, quando foi a última equipa só com portugueses no
    plantel




    Farinha, açúcar, sal, manteiga sem sal, ovos, canela em pó, limão e
    vinho do Porto. A fogaça da Feira é um pão doce cujo formato alude à
    torre de um castelo (o de Santa Maria da Feira), que resulta de um voto a
    S. Sebastião e que constitui a base da Festa das Fogaceiras, que se
    realiza anualmente a 20 de Janeiro. A fogaça da Feira é um bolo típico
    de Santa Maria da Feira e volta a estar no menu da 1.a divisão, com a
    subida do Feirense, após 21 anos de ausência.

    Quem regressa é
    sempre bem-vindo, mas o caso do Feirense é mais saudoso ainda, porque se
    trata da última equipa a jogar na 1.a divisão com um plantel só de
    portugueses. E atenção que estamos a falar de uma época pré-Bosman, mas
    em que a esmagadora maioria dos clubes tinha estrangeiros. Os reis eram
    Portimonense, Boavista e Nacional, com 11, e só o Vitória de Setúbal não
    contratara nenhum brasileiro. Contas feitas, havia 127 estrangeiros (78
    brasileiros) espalhados pelas 18 equipas. Pelas 18? Não! Pelas 17.

    O Feirense era o resistente. Seis deles naturais de Santa Maria da
    Feira e os outros recém-campeões mundiais em Riade-89, como os defesas
    Valido e Morgado e o médio Resende. Se a este leque de jovens locais e
    aos outros já com provas dadas no panorama internacional juntarmos a
    força de Pedro Martins (esse mesmo, o actual treinador do Marítimo, que
    continuou a carreira no V. Guimarães e no Sporting) e o virtuosismo de
    João Luís, emprestado pelo Sporting e melhor marcador nessa época, com
    oito golos, estamos perante... o último classificado desse campeonato
    nacional.

    Em 34 jogos, o Feirense de Henrique Nunes (também no
    banco, a escolha recaiu no que é nacional, que é bom) só ganhou cinco
    (1-0 à U. Madeira na jornada de abertura, 1-0 ao Belenenses na 3.a, 2-0
    ao Marítimo na 15.a, 2-1 ao Penafiel na 25.a e 3-1 ao Sp. Braga na
    31.a), empatou dez (um deles com o Benfica, 1-1) e perdeu 19, com 25-57
    em golos. No fim das contas, apenas 20 pontos, a um do Portimonense, o
    outro despromovido, e a quatro da salvação, personificada na União da
    Madeira.

    Vinte de Maio de 1990. Eis o último dia em que o
    Feirense jogou na 1.a divisão: 1-3 com o Boavista no Marcolino de
    Castro, o mesmo estádio que este fim-de- -semana celebrou a subida de
    divisão com a vitória por 2-0 sobre o Desp. Aves, na penúltima jornada
    da Liga Orangina.

    Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades
    (parece-me que já falámos disto na página 45, acho...) e o Feirense de
    hoje já não tem aquele charme nacional de 1989/90. O treinador é
    português (Quim Machado, curiosamente titular do Sp. Braga na Vila da
    Feira, quando o Feirense ganhou pela última vez na 1.a divisão: 3-1, a
    29 de Abril de 1990), mas o plantel já perdeu o toque cem por cento
    português. Há seis brasileiros (Luciano, Elvis, Thiago de Freitas,
    Robert, Moisés e Roberto, este último o melhor marcador, com nove golos)
    e um marfinense (Bamba). Decerto que também eles apreciam as fogaças.


    _______________________________________________




    http://i62.servimg.com/u/f62/13/42/24/53/henriq13.gif


      Data/hora atual: Dom Abr 22 2018, 10:46