…::GODS POWER PT::…

BEM VINDO AO GODS POWER PT

DIVERTE-TE E CONTRIBUI COM ALGO
E NÃO TE ESQUEÇAS DE VOTAR ENQUANTO
OUVES A RÁDIO NEXT
Se esqueceu a sua senha clique em Recuperar senha

ABRAÇO

susyferry
…::GODS POWER PT::…

GODS POWER PT onde encontras de tudo um pouco, até amigos visita confere ajuda para seres ajudado obrigado

Cruzada solidária deu 15 mil sopas 076




Cruzada solidária deu 15 mil sopas 087




 width=





    Cruzada solidária deu 15 mil sopas

    henrike
    henrike
    Sub Administrador
    Sub Administrador

    Troféus, Medalhas. Troféus, Medalhas. : Cruzada solidária deu 15 mil sopas Ouro10:1
    *****
    Cruzada solidária deu 15 mil sopas Medal_22:2
    *****
    Cruzada solidária deu 15 mil sopas Medal_62:3
    Diz de tua justiça..... :

    Masculino
    Número de Mensagens : 2422
    Idade : 67
    País de Origem : Cruzada solidária deu 15 mil sopas Por10
    Alertas :
    Cruzada solidária deu 15 mil sopas Left_bar_bleue0 / 1000 / 100Cruzada solidária deu 15 mil sopas Right_bar_bleue

    Data de inscrição : 17/01/2010

    RPG
    Warm:
    Cruzada solidária deu 15 mil sopas Left_bar_bleue0/0Cruzada solidária deu 15 mil sopas Empty_bar_bleue  (0/0)
    Fotos:
    Cruzada solidária deu 15 mil sopas Left_bar_bleue0/0Cruzada solidária deu 15 mil sopas Empty_bar_bleue  (0/0)

    Cruzada solidária deu 15 mil sopas Empty Cruzada solidária deu 15 mil sopas

    Mensagem por henrike em Seg Mar 29 2010, 10:23

    A Cruzada de Bem Fazer de Campanhã criou, faz hoje
    um ano, a "Sopa da Cruzada". Actualmente, atende, em média, 80
    carenciados daquela freguesia do Porto. Já ofereceu 15 mil sopas e
    pretende alargar o projecto para atender mais pessoas necessitadas. Aos
    48 anos, Manuela Barradas tem uma grande família às costas: o marido,
    quatro filhos, duas noras e dois netos vivem com ela em Campanhã, numa
    casa pequena, tão pequena como o sustento. Ninguém naquela casa tem
    emprego. O marido é doente e os filhos com idades entre os 13 e os 19
    ainda estudam, sendo que um está a fazer um curso de formação do Centro
    de Emprego. Manuela e família moravam no bairrode João de Deus,
    demolido pela Câmara há dois anos. Hoje, tem de pagar água, luz e uma
    renda 60 vezes superior aos dois euros que pagava pela habitação naquele
    bairro. Recebe um rendimento mínimo de 673 euros para sustentar nove
    bocas: "Não chega". Pediu ajuda ao "Coração da Cidade" e, em troca de
    alimentos, faz 32 horas de trabalho comunitário por semana. Tornou-se,
    assim, voluntária e cliente da "Sopa da Cruzada" organizada pela Cruzada
    de Bem Fazer de Campanhã." Começamos a perceber que havia
    pessoas na zona que, apesar de receberem apoio domiciliário, à noite
    ficavam entregues a elas próprias", diz António Campos presidente da
    Cruzada. Perante isso, a ideia inicial foi prestar ajuda a idosos sós
    que precisavam de auxílio, mas, à medida que a lista de inscritos ia
    aumentando, a associação percebeu que existiam mais famílias sem ter o
    que comer. A "Sopa da cruzada" é de inteira responsabilidade dos
    voluntários. Apenas recebem ajuda da Junta de Campanhã,
    quedisponibilizou o espaço do Centro Social para servirem a sopa e
    contribui com alimentos provenientes do Banco Alimentar Contra a fome. Faz
    hoje um ano que a Cruzada de Bem Fazer "meteu mãos à obra": dá 80 sopas
    por dia, 15 mil num ano, servem todos os dias excepto domingos e alguns
    feriados por "sugestão dos clientes". Na cozinha conta com
    voluntários que não têm descanso. "Fazemos o que é preciso fazer,
    trabalhamos como uma equipa e às 19 horas a sopa está pronta a servir"
    diz Clara Simões, voluntária da Cruzada. A mais velha e o mais
    novoSão entre 15 a 20 voluntários , escolhem os dias "que dão
    mais jeito" para participar. D. Milinha, a mais velha, tem 74 anos todos
    os dias faz a "Sopa de Cruzada" tal como o filho Mário Cardoso e o
    neto, Diogo, com 14 anos, o elemento mais novo do grupo. Para
    além da "Sopa da Cruzada" a Cruzada de Bem Fazer de Campanhã faz uma
    valência do Programa de Apoio Alimentar a Carenciados e é o
    correspondente da AMI na freguesia. Ao todo atende 130 famílias (cerca
    de 400 pessoas) e pretende apresentar o projecto a Segurança Social para
    poder atender mais famílias no limite da pobreza.

      Data/hora atual: Qui Set 19 2019, 23:14