…::GODS POWER PT::…

BEM VINDO AO GODS POWER PT

DIVERTE-TE E CONTRIBUI COM ALGO
E NÃO TE ESQUEÇAS DE VOTAR ENQUANTO
OUVES A RÁDIO NEXT
Se esqueceu a sua senha clique em Recuperar senha

ABRAÇO

susyferry
…::GODS POWER PT::…

GODS POWER PT onde encontras de tudo um pouco, até amigos visita confere ajuda para seres ajudado obrigado











 width=





    Carbúnculo (anthrax)

    Compartilhe
    avatar
    Sheilla
    webmasterRP
    webmasterRP

    Troféus, Medalhas. Troféus, Medalhas. : :1
    *****
    :2
    *****
    :3
    Diz de tua justiça..... :

    Feminino
    Número de Mensagens : 983
    Idade : 46
    País de Origem :
    Alertas :
    0 / 1000 / 100

    Data de inscrição : 12/12/2009

    RPG
    Warm:
    0/0  (0/0)
    Fotos:
    0/0  (0/0)

    Carbúnculo (anthrax)

    Mensagem por Sheilla em Seg Fev 22 2010, 12:29

    Carbúnculo (anthrax)


    O que é o Carbúnculo?

    O Carbúnculo é uma doença infecciosa aguda causada por uma bactéria, o Bacilus Antracis. Noutros países esta doença é designada por Anthrax.

    O Carbúnculo ou Anthrax, é sobretudo uma doença animal (afecta animais herbívoros como o carneiro, a cabra e o cavalo) que afecta acidentalmente o homem.

    Carbúnculo , Anthrax e Antraz são designações da mesma doença?

    Não. Enquanto o termo Anthrax é utilizado em vários países para designar o carbúnculo ou infecção pelo Bacilus Antracis, Antraz é o nome que se dá a um conjunto de furúnculos, geralmente causados por uma bactéria chamada estafilococos.

    O Carbúnculo é uma doença frequente?

    Actualmente não. O carbúnculo era uma doença relativamente frequente entre as pessoas que trabalhavam com animais herbívoros (indústria pecuária) até ter sido criada uma vacina para os animais. Hoje os casos de carbúnculo são raros nos países ocidentais, aparecendo esporadicamente nos grupos de risco.

    Qual é a causa do carbúnculo?

    O Carbúnculo é causado por uma bactéria , o Bacilus Antracis ou Bacilo do Carbúnculo. Esta bactéria, que infecta alguns animais herbívoros, quando não está em meio favorável reveste-se de uma cápsula formando esporos que são muito resistentes e sobrevivem por longos períodos no solo ou nos materiais contaminados, conservando no seu interior a bactéria com poder infectante.

    Como se dá a contaminação do homem pelo Bacilus Antracis?

    Na sua forma natural a contaminação do homem é feita a partir de animais infectados, pele de animais, lã ou pelos contendo esporos que penetram através da pele ou, mais raramente , por inalação dos esporos ou pela ingestão de carne infectada.

    Assim, as pessoas mais expostas são as que trabalham com gado, como os pastores, os veterinários, os criadores de gado, os empregados dos talhos , matadouros e cortumes.

    Actualmente há uma nova forma de contaminação , por exposição não natural ao Bacilus Antracis, devido ao bioterrorismo em que a exposição é provocada de forma intencional.


    Quais são as manifestações do Carbúnculo ?

    Consoante a via de contágio o Bacilus Antracis pode causar diferentes formas de doença, a forma cutânea, a forma pulmonar e a forma digestiva.

    A forma cutânea do carbúnculo é a mais comum (95% dos casos) e resulta da inoculação dos esporos sob a pele, em geral através de uma escoriação ou ferida em zonas expostas da pele (face, pescoço, braços etc.).

    Na zona de penetração do bacilo aparece uma pápula que ao fim de vinte e quatro a quarenta e oito horas evolui para uma lesão com uma ulceração central escura e indolor, rodeada de um “inchaço” em forma de auréola, com pequenas vesículas contendo o bacilo. Habitualmente os gânglios da região afectada aumentam de volume . Se o doente for tratado a evolução é geralmente para a cura, com cicatrização da escara em cerca de duas semanas e a morte é rara.

    Quando o tratamento da forma cutânea de carbúnculo não é instituído a tempo a morte pode acontecer em cerca de vinte por cento dos doentes.
    A forma pulmonar ou inalatória é mais rara e resulta da inalação de esporos do Bacilus Antracis. Os sintomas iniciais são inespecíficos (tosse, febre, mal estar, falta de forças) e podem confundir-se com os da gripe. No segundo ou terceiro dia surgem sintomas graves , com febre alta, falta de ar, alteração da consciência e evolução rápida para a morte devido a lesões hemorrágicas nos pulmões e nas meninges (membranas que revestem o cérebro). A mortalidade da forma pulmonar de Carbúnculo é elevada , atingindo quase cem por cento dos casos apesar do tratamento.

    A forma gastrintestinal resulta da ingestão de alimentos contaminados e é pouco frequente. Os sintomas são febre, ulceração da faringe ou esófago, vómitos , dores abdominais, diarreia com sangue e evolução para a morte por infecção generalizada (sépsis) em cinquenta a sessenta por cento dos casos , mesmo com tratamento.

    Qual é o tempo que decorre entre o contacto com o Bacilo do Carbúnculo e o aparecimento da doença?

    O tempo que decorre entre o contacto com o Bacilus Antracis e o aparecimento de sintomas (período de incubação) varia consoante a forma de Carbúnculo. Nas formas cutânea e gastrintestinal o período de incubação é de um a sete dias. Na forma inalatória o período de incubação é mais longo e pode atingir os sessenta dias.


    Há risco de contágio de Carbúnculo de pessoa para pessoa ?

    Não. O contágio do Carbúnculo de pessoa para pessoa é altamente improvável , não havendo necessidade de tratar as pessoas que contactaram com doentes infectados com Carbúnculo, a não ser que tenham sido expostas à mesma fonte de infecção.

    O Carbúnculo tem tratamento ?

    Sim. O Bacilo do carbúnculo é sensível ao uso de determinados antibióticos (penicilina e seus derivados e ciprofloxacina) e o seu uso precoce é indispensável para aumentar as hipótese de cura .

    Quase todos os doentes com a forma cutânea se curam quando tratados com antibiótico.

    Na forma pulmonar, embora a bactéria seja morta pelo uso de antibióticos, a evolução para a morte é frequente, devido á libertação de toxinas letais pela bactéria nas fases iniciais da doença, antes do diagnóstico e inicio da terapêutica. São essas toxinas que vão causar lesões hemorrágicas muitas vezes irreversíveis.

    Como se previne o carbúnculo ?

    O Carbúnculo na sua forma natural previne-se através da identificação dos animais doentes, da sua declaração obrigatória e da vacinação .
    A vacinação dos animais associada a medidas de protecção dos trabalhadores nos locais em que se manipulam produtos animais levou à erradicação da doença na maioria dos países ocidentais.

    Quando o Bacilus Antracis é usado como arma biológica a infecção pode ser prevenida através do uso profilático de antibióticos nas pessoas em que há uma suspeição forte de exposição à bactéria.

    A vacinação generalizada contra o Carbúnculo não é recomendada nem está disponível para a população em geral. Devido aos custos de uma vacinação em massa, a capacidade limitada de produção da vacina e imprevisibilidade de ocorrência de um ataque massivo com Carbúnculo numa determinada comunidade, a vacina existente tem sido apenas aplicadas em situações particulares e a grupos restritos, por exemplo militares.


    Porque é que o Bacilo do Carbúnculo faz parte do grupo de microorganismos potencialmente utilizáveis pelo bioterrorismo como arma biológica?

    O Bacilo do Carbúnculo é um microorganismo utilizável como arma biológica devido à sua infecciosidade e toxicidade (provoca uma doença com um índice de mortalidade elevado na sua forma pulmonar), transmissível por aerossol , relativamente fácil de adquirir e reproduzir em laboratório e altamente resistente ao meio ambiente na forma de esporos.

    Apesar destas características , uma disseminação massiva do Carbúnculo por aerossol para causar a forma pulmonar da doença, parece ser difícil de realizar sem o acesso a meios de biotecnologia muito avançada. Nos últimos anos no Japão foram detectadas várias tentativas de dispersão de aerossol de Bacilus Antracis por um grupo terrorista ( o mesmo que fez um ataque com gás Sarin no Metro de Tokyo ) sem consequências para a saúde das pessoas, provavelmente devido a esse tipo de limitações tecnológicas.

      Data/hora atual: Dom Jun 25 2017, 00:16