…::GODS POWER PT::…

BEM VINDO AO GODS POWER PT

DIVERTE-TE E CONTRIBUI COM ALGO
E NÃO TE ESQUEÇAS DE VOTAR ENQUANTO
OUVES A RÁDIO NEXT
Se esqueceu a sua senha clique em Recuperar senha

ABRAÇO

susyferry
…::GODS POWER PT::…

GODS POWER PT onde encontras de tudo um pouco, até amigos visita confere ajuda para seres ajudado obrigado











 width=





    Gangues atacam ópticas mal começa a Primavera

    Compartilhe
    avatar
    henrike
    Sub Administrador
    Sub Administrador

    Troféus, Medalhas. Troféus, Medalhas. : :1
    *****
    :2
    *****
    :3
    Diz de tua justiça..... :

    Masculino
    Número de Mensagens : 2422
    Idade : 65
    País de Origem :
    Alertas :
    0 / 1000 / 100

    Data de inscrição : 17/01/2010

    RPG
    Warm:
    0/0  (0/0)
    Fotos:
    0/0  (0/0)

    Gangues atacam ópticas mal começa a Primavera

    Mensagem por henrike em Seg Abr 12 2010, 09:04

    Norte é a região
    mais afectada. Furtados 402 mil euros em óculos em 2009.Começa
    a Primavera, aumentam os assaltos às ópticas. Esta invulgar ligação
    entre o calor, os óculos e os furtos tem afectado mais os comerciantes
    do Norte. No ano passado, em 44 assaltos foram furtados 402 mil euros em
    óculos. Um casal é suspeito dos últimos furtos.A estatística só
    vem dar consistência ao que um comerciante viu nas câmaras de
    videovigilância instaladas na sua óptica. Em apenas três minutos, dois
    indivíduos encapuzados conseguiram encher um saco, parecido com os do
    IKEA, com cerca de 400 óculos. Os ladrões são lestos a levar só o que
    querem."Eram altamente profissionais. Furtavam com uma rapidez
    impressionante", diz Rui Correia, proprietário da Óptica Actual, em
    Algés, e presidente da Associação Nacional dos Ópticos (ANO), admitindo
    que os assaltantes costumam agir rápido e durante a noite.Para
    tentar combater os assaltos, cuja intensidade se tornou preocupante a
    partir de 2008 e é mais frequente com a chegada do calor, Rui Correia
    diz que a sua associação distribui um documento pelos seus cerca de mil
    associados (haverá 1700 ópticas em Portugal) que ele preenche quando há
    algum assalto. A preocupação, diz, é sistematizar um fenómeno que muito
    os preocupa para tentar arranjar medidas preventivas. A ideia nasceu em
    2008 e teve os seus frutos."Há dois anos, a situação foi tão
    terrível - chegamos a ter duas a três ópticas assaltadas por semana -
    que fizemos um levantamento das que foram assaltadas e enviamos uma
    carta, ao ministro da Administração Interna, Rui Pereira, a solicitar
    mais policiamento junto aos nossos estabelecimentos. A ajuda foi-nos
    dada e, no ano passado, os assaltos baixaram. Vamos ver como será este
    ano".O presidente da ANO explica, ainda, que após o envio da
    carta SOS ao ministro, um comandante da PSP contactou-o referindo que
    havia um grupo de Leste suspeito de ter feito a maioria dos assaltos.
    "Disse-me que eles queriam óculos de marcas caras, sobretudo de sol,
    para os levar para os seus países, onde os vendiam. E, pelo documento
    que enviamos ao ministro, percebemos que eles começavam os assaltos no
    Norte do país e dali iam roubando até ao Algarve", diz Rui Correia.E
    é com a chegada do Sol e do calor que as ópticas começam a mostrar as
    suas novidades, cativam clientes e... ladrões. "Há, de facto,
    mais assaltos a ópticas a partir da Primavera, que é quando chegam as
    novas versões das dez ou dozes marcas mais procuradas pelos ladrões: Ray
    Ban, Chanel, Prada, Versace, Ferré, Timberland, Mont Blanc e até
    Cartier, entre outras", esclarece aquele comerciante. Porém, há
    assaltantes que não furtam os óculos Cartier, com banho de ouro, por
    terem número de série e poderem ser facilmente identificados.Casal
    suspeito
    Um comerciante recentemente assaltado admite
    que, ao contrário do que foi afirmado pelo comandante da PSP, uma parte
    dos óculos furtados sejam introduzidos no sistema de revenda, mas Rui
    Correia diz não ter conhecimento que isso aconteça. Também não acredita
    que a maioria dos óculos furtados estejam a ser vendidos nas feiras.Os
    últimos assaltos, entre eles o da passada quinta-feira, a uma óptima em
    Esposende, poderão ter sido efectuados por um casal. As autoridades
    seguirão essa pista, tendo em conta que alguns comerciantes foram
    contactados, dias antes dos assaltos, por um casal interessado em vários
    tipos de óculos. "Não compraram nada e suspeito que só cá vieram para
    ver como era a loja e que tipo de óculos tínhamos", admitiu, ao JN, um
    comerciante cuja loja foi assaltada.

      Data/hora atual: Sab Nov 25 2017, 07:44