…::GODS POWER PT::…

BEM VINDO AO GODS POWER PT

DIVERTE-TE E CONTRIBUI COM ALGO
E NÃO TE ESQUEÇAS DE VOTAR ENQUANTO
OUVES A RÁDIO NEXT
Se esqueceu a sua senha clique em Recuperar senha

ABRAÇO

susyferry
…::GODS POWER PT::…

GODS POWER PT onde encontras de tudo um pouco, até amigos visita confere ajuda para seres ajudado obrigado











 width=





    Nuvem de cinzas trava milhares de voos

    Compartilhe
    avatar
    henrike
    Sub Administrador
    Sub Administrador

    Troféus, Medalhas. Troféus, Medalhas. : :1
    *****
    :2
    *****
    :3
    Diz de tua justiça..... :

    Masculino
    Número de Mensagens : 2422
    Idade : 65
    País de Origem :
    Alertas :
    0 / 1000 / 100

    Data de inscrição : 17/01/2010

    RPG
    Warm:
    0/0  (0/0)
    Fotos:
    0/0  (0/0)

    Nuvem de cinzas trava milhares de voos

    Mensagem por henrike em Sex Abr 16 2010, 09:42

    Nove países da Europa encerraram,
    ontem, quinta-feira, o seu espaço aéreo na sequência da nuvem de cinzas
    vulcânicas vinda da Islândia. Mas muitos mais países foram afectados. É o
    caos. São milhares de voos anulados. A situação poderá prolongar-se por
    mais dois dias.



    Mais de cinco mil voos
    foram anulados, ontem, no Norte da Europa. Centenas de milhares de
    pessoas foram lesadas. Segundo a Eurocontrol, agência europeia para a
    segurança na navegação aérea, os países mais afectados são Reino Unido,
    Suécia, Holanda, Dinamarca, Noruega, Alemanha, França, Bélgica e
    Irlanda. Mas muitos mais países encerraram os seus aeroportos. Em
    Portugal, também dezenas de voos foram cancelados, mas, para já, o nosso
    país está fora da rota da nuvem de cinzas.A Eurocontrol prevê a
    retoma de alguma normalidade para hoje, no Reino Unido, mas tudo
    dependerá da actividade do vulcão Eyjafjallajökull, situado na gélida
    Islândia. Os peritos avisam: o vulcão pode continuar em erupção mais
    dois dias e as cinzas que libertar poderão, por sua vez, condicionar o
    tráfego durante seis meses. Entretanto, a Air France já anunciou a
    anulação de voos previstos para esta manhã."Nem aquando do 11 de
    Setembro de 2001, o Reino Unido fechou o seu espaço aéreo", disse a
    porta-voz do Serviço Nacional de Tráfego Aéreo Britânico. O
    vulcão registou, anteontem, a segunda erupção em menos de um mês. A
    Eurocontrol afirmou que a nuvem de cinzas chegou a 16,7 quilómetros de
    altura. "É maior do que qualquer outra que já vimos na União Europeia.
    As cinzas movem-se lentamente rumo ao Leste, mas não há muito vento,
    portanto, a nuvem é muito densa e vagarosa". Mas que danos podem
    causar as cinzas vulcânicas no interior de um avião? Peritos ouvidos
    pela BBC enumeram vários: desde estruturas danificadas à paragem dos
    motores. "Se as partículas de cinzas vulcânicas entram numa turbina,
    acumulando-se, entopem o motor com o material derretido", explicou o
    especialista em vulcões da Open University, David Rothery. Contudo,
    mesmo sem incidentes, as companhias aéreas terão avultados prejuízos com
    motores afectados por estas cinzas, uma vez que ficam inutilizados para
    futuros voos, defende o perito David Learnot, à cadeia de comunicação
    britânica. "As companhias têm comprar motores novos, que custam um terço
    do preço do avião", frisa. O impacto financeiro para as
    companhias já é "significativo", ainda que a interrupção de actividade
    seja curta, previne um consultor da Eurocontrol, em declarações à
    Reuters.163 voos cancelados nos aeroportos nacionais Nos
    aeroportos nacionais foram cancelados 163 voos. Foi no de Faro onde
    mais voos foram anulados: 104 (52 partidas e 52 chegadas); seguindo-se
    Lisboa, com 34 (19 partidas e 15 chegadas); Porto com 16 (oito partidas e
    sete chegadas); Madeira com oito (quatro partidas e quatro chegadas); e
    Ponta Delgada uma partida. A ANA-Aeroportos de Portugal não fez ainda a
    estimativa de passageiros afectados, nem contabilizou prejuízos. Por
    companhias, a TAP cancelou um total de 17 voos: oito para Londres, dois
    para Amsterdão, dois para Bruxelas, um para Hamburgo, um para
    Helsínquia, um para Oslo, um para Copenhaga e um para Estocolmo. Ao
    início da manhã, a companhia ainda efectuou um voo para Londres. A TAP
    admite que terão sido afectados cerca de três mil dos seus passageiros
    que, de acordo com fonte da companhia, "podem alterar as datas de voo,
    sujeitos a disponibilidade, sem penalização". A Ryanair, que voa a
    partir do Porto e de Faro, cancelou 11 voos. A EasyJet, que voa a partir
    de Lisboa, Porto, Faro e Funchal cancelou 17. 80 casos
    idênticosem duas décadas
    Nos últimos 20 anos, 80 aviões
    foram apanhados por cinzas de vulcões. Não há registos de acidentes
    fatais, embora alguns tenham sido graves. O incidente mais documentado
    da História ocorreu em Abril de 1982, quando um voo da British Airways
    de Auckland, na Nova Zelândia, com destino a Londres passou por uma
    nuvem de cinza emitida pelo erupção do Galunggung, na Indonésia,
    provocando a falha dos quatro motores da aeronave. Os pilotos
    conseguiram conduzir o Boeing 747-200 para fora da nuvem e mais tarde
    três dos motores voltaram a funcionar. O avião foi desviado para
    Jacarta, onde acabaria por aterrar em segurança. Sete anos depois, em
    Dezembro de 1989, um voo da KLM para Anchorage, no Alasca, passou por um
    nuvem formada pela erupção do Monte Redoubt, o que também levou os
    quatro motores do Boeing 747-400 a deixarem de funcionar. O sistema
    eléCtrico também falhou, mas a tripulação conseguiu ligar os motores. Nuvem
    de fumo já tem 16 quilómetros
    O fumo provocado pelo
    vulcão da Islândia poderá afectar outros países nas próximas semanas. A
    velocidade do movimento desta nuvem aumenta com a altitude, tendo já
    atingido os 16 quilómetros de altura. As autoridades sanitárias garantem
    que não há grandes riscos para a saúde pública.Avião da
    SATA obrigado a voltar
    Um avião da transportadora aérea
    açoriana SATA que fazia a ligação entre Ponta Delgada e Copenhaga, na
    Dinamarca, foi ontem obrigado a regressar aos Açores devido aos
    problemas causados pela erupção do vulcão. No voo seguiam 99
    passageiros, enquanto na capital dinamarquesa estavam, ontem, 111
    pessoas que pretendem viajar para Ponta Delgada.Casos
    excepcionais sem indemnização
    Os passageiros afectados
    pelo cancelamento dos voos na sequência da erupção do vulcão na Islândia
    não terão direito a indemnização, explicou, ao JN, Ana Tapadinhas,
    jurista da DECO. "Em circunstâncias normais, quando um voo é cancelado,
    os passageiros têm direito a que a transportadora lhes dê a opção entre o
    reembolso do bilhete e o reencaminhamento para o seu destino final. Têm
    ainda direito a assistência (refeições, alojamento...) e a uma
    indemnização que varia de acordo com a distância do voo", explica a
    jurista, baseada no Regulamento sobre Transporte Aéreo. No entanto,
    esclarece, "este caso é excepcional, considerado de força maior, uma vez
    que o cancelamento se deveu a circunstâncias extraordinárias, que não
    poderiam ser evitadas. Logo, o passageiro tem direito a tudo, menos à
    indemnização."

      Data/hora atual: Sab Nov 25 2017, 07:39